Lojas devem se mobilizar para fazer a diferença no Dia do Cliente

 

Comemorado em 15 de setembro, o Dia do Cliente foi criado em 2003, no estado do Rio Grande do Sul, pelo empresário gaúcho João Carlos Rego, especialista em Marketing e Recursos Humanos, segundo o Calendarr. Além de homenagear aqueles que são peças fundamentais para que a empresa continue no mercado, esse é um dia que favorece o estreitamento dessa relação entre comerciante e consumidor. Assim, os agradecimentos são realizados de diversas maneiras, inclusive com a distribuição de brindes. 

O Dia do cliente já foi aprovado em 14 estados brasileiros e 167 municípios. Sua ideia é criar uma data diferenciada para que os clientes sejam homenageados, fortalecendo a fidelidade. Uma das maneiras de realizar isso, é realizando um planejamento antecipado de uma estratégia de marketing. A Zimi, loja de brindes promocionais, explica que é importante que isso seja pensado com pelo menos um mês de antecedência para que após as estratégias serem definidas, seja possível adquirir os brindes. “Realizar isso em cima da hora pode fazer com que a loja não consiga enviar as quantidades solicitadas em tempo e o comerciante perca a oportunidade de presentear o cliente nesta data”, afirma.

O Dia do Cliente não é uma data que homenageia pessoas que compram itens específicos e de nichos determinados, muito pelo contrário, é destinada a todos os tipos de consumidor. Por isso, desde lojas menores até as que já possuem grande reputação podem investir nesse tipo de ação. Mas por que investir em brindes promocionais? Essa é uma cartada certeira e que traz vantagens para todos os segmentos e portes de empresas. 

Para as lojas maiores, por exemplo, que aparentemente já possuem seus clientes fidelizados, demonstrar esse carinho no Dia do Cliente é uma maneira de cativá-lo ainda mais e não dar brecha para que a concorrência alcance esse espaço. Já as menores podem usar isso como estratégia para atrair novos clientes, como forma de recompensa pela aquisição de um produto. É assim que as marcas e produtos passam a ser conhecidos pelas pessoas e elas passam a se tornar clientes.

Com relação ao brinde a ser utilizado, a escolha deve variar de acordo com o tipo de produto que é comercializado e também de cliente que costuma consumir. O valor que a empresa pode disponibilizar também deve ser levado em consideração, já que há brindes de todos os tamanhos, gostos e preços. Porém, no Dia do Cliente o que realmente importa é demonstrar a preocupação da empresa em oferecer um agrado e a mostrar o quão importante ele é. 

Para realmente fazer a diferença no Dia do Cliente, a Zimi recomenda que se mantenham brindes menores e maiores dentro da loja, para que sejam distribuídos de acordo com o perfil de compra do cliente. “A entrega de brindes pelas lojas virtuais também tem crescido muito e é uma ótima opção para agradar ainda mais quem realizou a compra pela internet”, finaliza.